Make your own free website on Tripod.com

Salmos da Bíblia

Salmo 106
Home
Salmo 1
Salmo 2
Salmo 3
Salmo 4
Salmo 5
Salmo 6
Salmo 7
Salmo 8
Salmo 9
Salmo 10
Salmo 11
Salmo 12
Salmo 13
Salmo 14
Salmo 15
Salmo 16
Salmo 17
Salmo 18
Salmo 19
Salmo 20
Salmo 21
Salmo 22
Salmo 23
Salmo 24
Salmo 25
Salmo 26
Salmo 27
Salmo 28
Salmo 29
Salmo 30
Salmo 31
Salmo 32
Salmo 33
Salmo 34
Salmo 35
Salmo 36
Salmo 37
Salmo 38
Salmo 39
Salmo 40
Salmo 41
Salmo 42
Salmo 43
Salmo 44
Salmo 45
Salmo 46
Salmo 47
Salmo 48
Salmo 49
Salmo 50
Salmo 51
Salmo 52
Salmo 53
Salmo 54
Salmo 55
Salmo 56
Salmo 57
Salmo 58
Salmo 59
Salmo 60
Salmo 61
Salmo 62
Salmo 63
Salmo 64
Salmo 65
Salmo 66
Salmo 67
Salmo 68
Salmo 69
Salmo 70
Salmo 71
Salmo 72
Salmo 73
Salmo 74
Salmo 75
Salmo 76
Salmo 77
Salmo 78
Salmo 79
Salmo 80
Salmo 81
Salmo 82
Salmo 83
Salmo 84
Salmo 85
Salmo 86
Salmo 87
Salmo 88
Salmo 89
Salmo 90
Salmo 91
Salmo 92
Salmo 93
Salmo 94
Salmo 95
Salmo 96
Salmo 97
Salmo 98
Salmo 99
Salmo 100
Salmo 101
Salmo 102
Salmo 103
Salmo 104
Salmo 105
Salmo 106
Salmo 107
Salmo 108
Salmo 109
Salmo 110
Salmo 111
Salmo 112
Salmo 113
Salmo 114
Salmo 115
Salmo 116
Salmo 117
Salmo 118
Salmo 119
Salmo 120
Salmo 121
Salmo 122
Salmo 123
Salmo 124
Salmo 125
Salmo 126
Salmo 127
Salmo 128
Salmo 129
Salmo 130
Salmo 131
Salmo 132
Salmo 133
Salmo 134
Salmo 135
Salmo 136
Salmo 137
Salmo 138
Salmo 139
Salmo 140
Salmo 141
Salmo 142
Salmo 143
Salmo 144
Salmo 145
Salmo 146
Salmo 147
Salmo 148
Salmo 149
Salmo 150
Salmos Hebraico - Escutar
Distorções nos Salmos - Tehilim
Mais Lidos
Provérbios

Salmo 106

 

1 - ORAÇÃO ANTES DE RECITAR UM SALMO
2 - SALMO ESCRITO
3 - TRANSLITERADO DO HEBRAICO
4 - SALMO PARA OUVIR NARRAÇÃO REPÓRTER CID MOREIRA (VERSÃO DIFERENTE DA ESCRITA).

************************************************************
                      >>>> Oração antes da recitação dos salmos<<<<<

Ó ETERNO, nosso D’us e D’us de nossos pais, que com amor escolheste teu servo David e seus descendentes, e que te deleitas com cânticos e louvores, possam ser do Teu agrado os salmos que vou pronunciar. considerá-os como se o próprio Rei David - de abençoada memória - tivesse sido recitados. que o mérito dos versículos que compõem os salmos, das palavras que o formam, das letras e vogais com que são escritos, dos nomes sagrados formados pelas iniciais e finais - concorram para trazer expiação para nossas transgressões e pecado que seja erradicados da terra todos os malévolos, bem como arrancados das roseiras-bravas que cercam a rosa celestial todos os espinhos, fazendo a noiva da juventude unir-se ao seu amado em fraternidade, companheirismo e amor. Que esta mística união nos traga uma plenitude de benção para nosso espírito, alento para nossa alma, purificação para nossas iniquidades, perdão para nossos pecados e expiação para as nossas transgressões. Perdoa-nos como fizeste ao rei David, quando diante de ti recitou estes mesmo salmos como está escrito: “o ETERNO também perdoou teu pecado. não perecerás. “que Tu, ó ETERNO, não nos faças deixar este mundo antes da nossa boa hora, antes que possamos reparar o que de errado fizemos ao longo de nossa vida. que seja para nós um escudo de proteção o mérito do Rei David - de abençoada memória - e que te sejas paciente conosco e esperes té que possamos a ti entonar em completo arrependimento. Acolhe-nos em tua infinita misericórdia, como está escrito: “Sou compassivo para com aqueles a quem eu favoreço e misericordioso para com os que merecem minha misericórdia. “assim como elevamos a ti nossas canções neste mundo, que merecemos, ó ETERNO, nosso D’us, o privilégio de cantar teus louvores no mundo vindouro e, através da recitação dos salmos, levar a rosa de saron, a cantar harmoniosamente, com jubilo e êxtase, na morada do nosso D’us, revestida de esplendor e majestade, prontamente, ainda em nossos dias. amen, sêla! vinde e ergamos nossas canções ao ETERNO a rocha de nossa salvação. com ação de graças nos apresentaremos perante ele e em seu louvor entoaremos salmos. pois o ETERNO é D’us e rei majestoso, acima de todos os poderosos.

Este Salmo continua o apanhado histórico do Salmo anterior. É muito mais que uma lição de história; ensina qual a lição a ser aprendida da história: a de que a presença e a benevolência de Deus estão sempre próximas dos que, se abrirem seus olhos, poderão vê-las. A mão de Deus estará sempre estendida para receber e apoiar o penitente, mesmo que tropece no pecado.

Salmo 106

Louvado seja o Eterno! Louvai ao Eterno porque imensa é Sua bondade e eterna Sua misericórdia. Quem encontrará palavras apropriadas para narrar Seus feitos poderosos? Quem apregoará todos os Seus louvores? Bem-aventurados todos os que cumprem Sua lei e agem com justiça em todos os momentos. Lembra-Te de mim, ó Eterno, quando favoreceres Teu povo, e concede-me Tua salvação para que eu possa participar da ventura dos Teus eleitos, regozijar-me com a alegria de Tua nação e glorificar-me com a Tua herança. Assim como nossos pais, pecamos também, praticamos iniqüidade e fomos perversos. Nossos antepassados no Egito não compreenderam Teus atos miraculosos, não mantiveram constante a lembrança de Tua imensa benignidade e contra Ti se rebelaram nas margens do Mar Vermelho. Apesar disto, Tu os salvaste pelo amor de Teu Nome, e para tornar patente perante todos Teu poder. Fez secar o Mar Vermelho ante Seu clamor e os conduziu por suas profundezas como se fora um deserto. O Eterno os salvou de seus opressores, redimiu-os das mãos de seus inimigos. As águas cobriram seus atormentadores e nenhum conseguiu escapar. Acreditaram, então, plenamente em Suas palavras e lhe elevaram cânticos de louvor. Muito depressa, porém, esqueceram Seus feitos e abandonaram Sua orientação. No deserto, deixaram-se dominar por desejos e naqueles ermos testaram a Deus. Ele atendeu seu pedido, mas não impediu que se enfraquecessem suas almas. No acampamento, invejaram tanto a Moisés quanto a Aarão, o consagrado do Eterno. Abriu-se a terra e tragou Datan e engoliu Aviram e seus seguidores. Fogo desceu sobre eles, uma chama queimou os ímpios. Fabricaram um bezerro em Chorev e ante sua imagem se prostraram Trocaram a glória do Eterno por uma estátua de um animal comedor de feno. Olvidaram Deus, seu Redentor, que realizou prodígios no Egito, maravilhas na terra de Cham e atos temíveis no Mar Vermelho. O Eterno os destruiria se não tivesse Moisés, Seu escolhido, se interposto perante Ele para aplacar Sua ira. Desprezaram depois a boa terra que lhes havia sido prometida, por não acreditarem em Sua palavra e, em suas tendas murmuraram lamúrias, não atendendo a voz do Eterno. Ele, então, ergueu Sua mão como símbolo do voto que fez, de deixá-los prostrados no deserto e de dispersar seus descendentes entre as nações da terra. Não hesitaram em juntar-se a Baal Peór e comer dos sacrifícios dos mortos. Seus atos provocaram ainda mais Sua ira e Ele os castigou com uma praga. Pinchás, porém, levantou-se contra esse comportamento e fez justiça com suas próprias mãos, fazendo assim cessar a praga. Seu zelo lhe foi creditado como um penhor de integridade, transmitido de uma geração à outra para todo o sempre. Eles novamente provocaram Sua ira nas águas de Meribá, e Moisés sofreu por sua causa, pois exasperaram seu espírito, levando-o a pronunciar palavras ásperas. Não destruíram as nações idólatras como lhes ordenara o Eterno, e sim misturaram-se a elas, copiaram seus atos, serviram seus ídolos, provocando, assim, sua própria ruína. Desceram a ponto de imolar aos demônios seus filhos e filhas cujo sangue inocente derramaram nestes sacrifícios aos ídolos de Canaã, contaminando, assim, a terra. Se impurificaram por seus atos, perderam-se por seu comportamento. E o Eterno mais e mais irou-Se com Seu povo e repudiou Sua herança. Entregou-os nas mãos de nações inimigas e foram dominados por aqueles que os odiavam. Seus dominadores os oprimiram e foram humilhados por seu poder. Por muitas vezes, Ele os resgatou mas, novamente, se rebelavam e eram abatidos por suas iniqüidades. Mas Ele Se apercebeu de sua angústia ao ouvir seu clamor. Lembrou de Sua aliança e, por Sua imensa misericórdia foi bondoso para com eles. Fez com que a piedade chegasse ao coração de seus captores. Ouviu seu brado: “Salva-nos, ó Eterno, nosso Deus! Recolhe-nos dentre as nações de nossa dispersão para que possamos novamente exaltar Teu santo Nome e dedicar glorificações em Tua honra.” Bendito seja o Eterno, Deus de Israel, de geração em geração; e todo o povo dirá Amen! Louvado seja o Eterno! Haleluiá!

Salmo 106 – Transliterado do Hebraico

Vaiac’tsífu al mê merivá, vaiêra lemoshe baavuram. Ki himru et rucho, vaivate bisfatav. Lo hishmídu et haamim, asher amar Adonai lahem. Vayit’arevu vagoyim, vayilmedu maassehem. Vaiaavdu et atsabehem, vayihiu lahem lemokesh. Vayizbechú et benehem veet benotehem lashedim. Vayispechu dam naki, dam benehem uvnotehem asher zibechú laatsabê Chenáan, vatechenaf haárets badamim. Vayitmeú vemaassehem, vayiznu bemaalelehem. Vayíchar af Adonai beamo, vaitaev et nachalato. Vayitenem beiad goyim, vayimshelú vahem soneehem. Vayilchatsum oievehem, vayicaneu tachat iadam. Peamim rabot iatsilem, vehêma iamru vaatsatam, vaiamôcu baavonam. Vaiar batsar lahem, beshom’o et rinatam. Vayizcor lahem berito, vayinachem kerov chassadav. Vayiten otam lerachamim, lifnê col shovehem. Hoshiênu Adonai Elohênu vecabe-tsênu min hagoyim, lehodot leshem codshêcha, lehishtabêach bitehilatêcha. Baruch Adonai Elohê Yisrael min haolam vead haolam, veamar col haam amen, halelú Iá. vainassu El bishimon. Vayiten lahem sheelatam, vaishalach razon benafsham. Vaican’ú lemoshe bamachané, leaharon kedosh Adonai. Tiftach érets vativla Datan, vatechas al adat Aviram. Vativ’ar esh baadatam, lehava telahet reshaim. Iáassu éguel bechorev, vayishtachavu lemassechá. Vaiamíru et kevodam, betavnit shor ochel éssev. Shachechu El moshiam, osse guedolot bemitsráyim. Niflaót beérets Cham, noraót al iam suf. Vaiômer lehashmidam, lulê Moshe vechiro amad bapérets lefanav, lehashiv chamato mehash’chit. Vayim’assu beérets chemdá, lo heeminu lidvaro. Vaieraguenu veaholehem, lo shameú becol Adonai. Vayissá iado lahem, lehapil otam bamidbar. Ulehapil zar’am bagoyim, ulzarotam baaratsot. Vayitsamedu leváal peor, vaiochelú zivchê metim. Vaiach’íssu bemaalelehem, vatifrots bam maguefá. Vaiaamod Pinechás vaifalel, vateatsar hamaguefá. Vatecháshev lo lits’dacá, ledor vador ad olam. Haleluiá, hodu ladonai ki tov, ki leolam chasdo. Mi iemalel guevurot Adonai, iashmía co tehilato. Ashrê shomerê mishpat, osse tsedaca vechol et. Zochrêni Adonai birtson amêcha, pocdêni bishuatêcha. Lir’ot betovat bechirêcha, lismôach bessimchat goiêcha, lehit’halel im nachalatêcha. Chatánu im avotênu, heevínu hirshánu. Avotênu vemitsráyim lo hiskílu nifleotêcha, lo zacheru et rov chassadêcha, vaiamru al iam beiam suf. Vaioshiem lemáan shemó, lehodía et guevurato. Vayig’ar beiam suf vaiecherav, vaiolichem batehomot camidbar. Vaioshiem miiad sone, vayig’alem miiad oiev. Vaichassu máyim tsarehem, echad mehem lo notar. Vaiaaminu vidvarav, iashíru tehilato. Miharu shachechú maassav, lo chicu laatsato. Vayit’avu taava bamidbar

Salmo 106 – Para Ouvir

http://www.youtube.com/watch?v=shJ6WVuC6FM